O que é CBD e quais são as suas aplicações?

O canabidiol, também conhecido como CBD, é um dos princípios ativos da Cannabis sativa.

É um componente não psicotrópico, que possui alto potencial terapêutico e pode ser usado como medicamento no tratamento de diversas doenças, como epilepsia refratária, fibromialgia, doença de Parkinson, ansiedade e diversas outras patologias.

Qualquer pessoa pode usar canabidiol? Há alguma contraindicação ou efeitos colaterais? Leia nosso conteúdo até o fim e saiba tudo sobre o canabidiol para fins medicinais.


Quais doenças os medicamentos à base de canabidiol podem tratar?

 

O uso medicinal do canabidiol pode trazer alívio e bem-estar no tratamento de diversas doenças, como:

Doenças de pele, como psoríase, acne e dermatite: Breno Marzola, dermatologista especializado em imunodermatologia, alega que “há indicações que o CBD tenha efeito nos sistemas imunológicos e assim poderia controlar o processo inflamatório comum a várias doenças de pele, como psoríase e acne”.

Anorexia: para aqueles que sofrem com transtornos alimentares, existem algumas evidências de que pode haver um desequilíbrio na química do cérebro relacionada ao sistema endocanabinoide, que pode estar relacionado ao desenvolvimento de diversas disfunções.

Ansiedade, insônia e TEPT (Transtorno de Estresse Pós-traumático): cada vez mais estudos têm sugerido que o CBD é eficaz como ansiolítico, ou seja, uma substância que elimina ou reduz a ansiedade e o estresse.

Alzheimer: os canabinoides se mostram uma alternativa ao tratamento usual da doença de Alzheimer por terem efeitos colaterais reduzidos e por atuarem na etiologia da doença, prevenindo ou retardando a sua progressão.

Artrite e artrose: muitos pacientes usam remédios para dor e anti-inflamatórios, como paracetamol, ibuprofeno, diclofenaco e corticoides no tratamento da artrite, que podem causar efeitos colaterais em longo prazo. Os medicamentos que usam canabinoides em sua composição, por terem função na regulação imunológica e inflamatória, podem ser usados como analgésicos naturais, ajudando a controlar a dor do paciente.

Câncer: o CBD e o THC são capazes de trazer qualidade de vida e alívio ao paciente oncológico, amenizando os sintomas paliativos do câncer, como náuseas, vômitos, insônia, falta de apetite e dor.

Dependência química: o Dr. Gilberto Kocerginsky, que atua com Cannabis medicinal desde 2014, tem obtido bons resultados no uso de CBD em pacientes com dependência química. Segundo ele, a substância vai diminuindo gradativamente a vontade de usar drogas ilícitas e procurar pela sensação de euforia.

Depressão: a Cannabis tem sido estudada como uma opção no tratamento dos sintomas de depressão e ansiedade, e os resultados são promissores. Pesquisadores do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da USP concluíram que os canabinoides demonstram amplo interesse terapêutico em psiquiatria, porém mais estudos controlados são necessários para confirmar estes achados e determinar a segurança destes compostos nos tratamentos psiquiátricos.

Diabetes e obesidade: a atuação da Cannabis no organismo está relacionada ao sistema endocanabinoide, que exerce influência em várias áreas do nosso corpo. Quando algo não vai bem, esse sistema envia os canabinoides naturalmente produzidos pelo nosso organismo para ajudar a restaurar as funções celulares. Por isso, ao introduzirmos mais canabinoides como reforço para o nosso organismo, podemos regular nossos receptores e ajudar a restaurar as funções celulares.

Dores neuropáticas, endometriose, fibromialgia e lesões: alguns canabinoides podem estimular respostas anti-inflamatórias e analgésicas em nosso corpo, reduzindo as dores e auxiliando nos tratamentos.

Epilepsia: a epilepsia é uma doença neurológica que gera crises convulsivas que podem provocar dano no sistema nervoso central. Na epilepsia refratária, onde as crises são mais intensas e resistentes à anticonvulsivantes, é cientificamente comprovada a eficácia dos canabinoides no tratamento, podendo diminuir drasticamente ou mesmo zerar as crises do paciente.

Espectro autista: embora os estudos relacionando o autismo e os canabinoides ainda sejam inconclusivos, há pesquisas da conceituada Elsevier em andamento mostrando uma melhora significativa nas crises convulsivas, problemas no sono, ansiedade e até nas atividades cerebrais de pacientes do espectro.

Esclerose: a esclerose múltipla atinge o sistema nervoso central, medula e nervo óptico, gerando problemas de equilíbrio, visão e movimentos musculares, dor e dificuldade de locomoção. Segundo um estudo comandado por neurologistas italianos, os canabinoides podem melhorar esses sintomas, mesmo em pacientes que não respondem a outros medicamentos.

Gastro: em doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn e a colite ulcerosa, há um desequilíbrio nas respostas imunológicas do organismo, fazendo com que o corpo libere uma resposta imunológica agressiva, causando dores abdominais, diarreias, constipação, sangramento, cansaço, fraqueza e perda de peso. O uso medicinal da Cannabis pode reequilibrar as funções imunológicas, controlando as dores e devolvendo a qualidade de vida desses pacientes.

HIV: o tratamento com canabinoides pode auxiliar, amenizando sintomas como vômitos, náuseas, perda de apetite e dores crônicas, muito comuns em pacientes com HIV.

Doença de Parkinson: o uso do CBD para controle dos sintomas do Parkinson tem se mostrado mais seguro e com menos efeitos colaterais do que os tratamentos convencionais, já que age no sistema endocanabinoide regulando os tremores, controlando as dores, as crises psicóticas e os distúrbios do sono, comumente associados à doença.

TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo): medicamentos canabinoides têm o potencial de produzir novas farmacoterapias muito esperadas por aqueles que sofrem os efeitos debilitantes do TOC, que incluem medo, ansiedade e comportamentos compulsivos.

 

O que são os canabinoides e o sistema endocanabinoide?

 

A medicina descobriu recentemente que tanto mamíferos, quanto plantas, são capazes de produzir canabinoides. No corpo humano eles são chamados de endocanabinoides ou canabinoides endógenos, agindo no equilíbrio celular em diversas partes do corpo.

Os canabinoides são substâncias químicas naturais que ativam no corpo os receptores do sistema endocanabinoide. Esses receptores são responsáveis por enviar informações para as células sobre as mudanças que estão acontecendo em diversas áreas do corpo humano.

Esse sistema age através de dois receptores, o CB1 e o CB2, e é responsável pela comunicação entre o cérebro e os processos do organismo, podendo exercer influência no sono, nas reações imunológicas, no humor, na fome, na frequência cardíaca, nas funções cerebrais, entre outros. Os receptores do tipo CB1 são encontrados predominantemente no sistema nervoso central e os receptores do tipo CB2 estão mais presentes no sistema digestivo, mas podem ser encontrados em todo o organismo.

Os canabinoides endógenos estão presentes no corpo desde o nosso nascimento, sendo usados somente quando necessário. No entanto, as falhas no sistema ou na produção dos canabinoides naturais podem acarretar em diversas doenças, até em câncer.

 

Pangaia, mais de 15 anos de experiência com Cannabis medicinal

A Pangaia é uma empresa multinacional que atua no mercado brasileiro como comerciante de produtos à base de Cannabis.

Nossa fabricante, a Elite Products International INC, é uma empresa certificada pelo FDA, e especialista em derivados de cânhamo de alto nível, que são cultivados organicamente, sempre na busca de melhorar os processos produtivos. Toda a produção passa por um rigoroso controle de qualidade em todas as suas etapas.

Com garantia de qualidade e Certificado Orgânico, nosso óleo de CBD é cada vez mais indicado por médicos e profissionais da saúde, pois reúne centenas de canabinoides, além de outras propriedades medicinais potentes, resultando em um método de tratamento alternativo e seguro no combate a uma ampla gama de patologias e dores.

Nosso óleo de CBD é vendido em diversos tamanhos e concentrações para atender variados casos e necessidades.

Acesse nosso site e encontre o produto adequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
POSSO TE AJUDAR?
POSSO TE AJUDAR?
Perguntas, dúvidas, problemas? Estamos aqui para ajudá-los!
Conectando...
Nenhum de nossos operadores está disponível no momento. Por favor, tente novamente mais tarde.
Nossos operadores estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde.
:
:
:
Você tem alguma pergunta? Escreva para nós!
:
:
Esta sessão de bate-papo foi encerrada
Was this conversation useful? Vote this chat session.
Good Bad