CBD x Alcoolismo e Dependência Química

Ao longo do último mês de fevereiro, mais precisamente no dia 20 quando foi celebrado  o Dia Nacional de Combate às Drogas e Alcoolismo, uma série de ações desenvolvidas pelo governo – com o apoio de diversas instituições – aconteceram com objetivo de conscientizar a sociedade sobre o mal que as drogas e o álcool trazem ao organismo humano.

Ciente de que substâncias psicoativas sempre estiveram presentes na história da humanidade, a comunidade passou a estimular projetos preventivos e informativos para o uso consciente, considerando a questão como saúde pública (como sempre deveria ter sido).

Assim, evitaram-se as abordagens agressivas, proibitivas e repressivas, sobretudo, em um momento em que a pandemia pode ter agravado relações de dependência nos últimos anos, dada a vulnerabilidade de homens e mulheres por diversos fatores psicológicos, financeiros, sociais e pessoais.

No entanto, por mais que as ações de prevenção sejam realizadas com mais intensidade ano após ano, é necessário que cada vez mais se fale sobre o alcoolismo e a dependência de drogas sob o viés de combate e tratamentos adequados.

Cannabis Medicinal x Dependência Química e Alcoólica 

E dentre as possibilidades terapêuticas que vem ganhando força nestes casos está o CBD, cada vez mais apontado por estudos como uma opção natural e bem-sucedida nos experimentos, tanto com camundongos quanto com humanos.

Cientistas na Califórnia através de pesquisa realizada no Scripps Research Institute e também através da Society for the Study of Addiction utilizaram o canabidiol em gel como um amenizador dos efeitos viciantes de drogas como álcool e cocaína na rotina dos animais, testando o poder de desintoxicação da substância.

De acordo com os pesquisadores, os resultados não só comprovaram o potencial de desintoxicar o camundongo como indicaram um amenizador do estresse pós-desintoxicação, funcionando na manutenção do tratamento do animal adicto, equilibrando o organismo e evitando recaídas – em diversas pesquisas, quando replicado o consumo de canabidiol entre dependentes de grupos humanos, também observou-se considerável redução no consumo alcoólico.

Vale lembrar que as medicações geralmente indicadas para tratamentos contra drogas e alcoolismo são medicamentos fortes e com chances de gerar uma nova dependência e, neste sentido, o canabidiol se mostrar um método eficaz, natural e seguro representa um alívio para muitas pessoas e famílias.

CONHEÇA PRODUTOS À BASE DE CANNABIS MEDICINAL

Existem, inclusive, informações experimentais relacionadas à redução de danos neurocognitivos e hepáticos em dependentes que usaram CBD, como noticiou a Revista Neurotoxicity Research em 2016, aumentando a esperança de cura e manutenção de uma rotina mais saudável para os pacientes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima