ALZHEIMER

O mal de Alzheimer é o distúrbio neurodegenerativo mais comum relacionado à idade. Ele vem se tornando cada vez mais frequente ano após ano, causando uma qualidade de vida mais baixa às famílias e às pessoas que sofrem da condição.

Infelizmente, não há cura para o mal de Alzheimer. No entanto, nos últimos anos, tem havido muito alvoroço em torno do óleo de CBD como um tratamento para a doença.


O que é o Mal de Alzheimer?
O mal de Alzheimer é uma condição degenerativa crônica (de longo prazo) que afeta o cérebro, Ele causa uma quebra gradual da substância cinzenta no cérebro, resultando em várias mudanças psicológicas, comportamentais e cognitivas.
A substância cinzenta compõe a parte externa do cérebro e é responsável pela maior parte do que vivenciamos como pensamento. É onde tomamos decisões, formamos lembranças e imaginações, e resolvemos problemas.

Os sintomas do mal de Alzheimer aparecem gradualmente em 4 estágios:

Estágio 1: 1 a 4 anos

  • Lapsos leves de memória
  • Aumento da irritabilidade

Estágio 2: 4 a 8 anos

  • Menor interesse em trabalho ou hobbies
  • Níveis mais baixos de energia
  • Perda de memórias recentes
  • Problemas de linguagem
  • Problemas leves de coordenação
  • Oscilações de humor
  • Irritabilidade
  • Dificuldade de navegação

Estágio 3: 8 a 12 anos

  • Discurso desconexo
  • Problemas frequentes de memória com lapsos maiores no tempo
  • Depressão
  • Dificuldades na fala
  • Incapacidade de navegar eficazmente
  • Irritabilidade e frustração severas
  • Problemas leves/moderados de coordenação
  • Paranoia

Estágio 4: mais de 12 anos (fim da vida)

  • Incapacidade de andar ou realizar atividades da vida normal como tomar banho ou usar o banheiro
  • Incapacidade de se comunicar efetivamente
  • Esquecimento constante
  • Incapacidade de reconhecer familiares ou amigos próximos
  • Confusão
  • Raiva / alterações de humor
  • Compreensão ficcional do mundo ao redor
  • Paranoia

Apesar de o mal de Alzheimer ser muito comum, ainda não temos uma compreensão completa do que causa a condição e não existe uma cura.
O canabidiol (CBD) da planta cannabis oferece um conjunto único de efeitos que podem ser usados para melhorar os sintomas da doença e retardar sua progressão. 


Aqui estão algumas das principais teorias por trás do que causa a doença. Elas vão nos ajudar a entender porque o CBD pode ser tão eficaz.
1. Placas Beta-Amiloides nos Neurônios
O beta-amiloide é uma substância pegajosa produzida no cérebro como um subproduto da atividade neuronal normal.
Geralmente, células especiais no cérebro (chamadas células gliais) que agem como uma equipe de coleta do lixo saem à noite para limpar estas placas, impedindo-as de se acumular e causar danos aos neurônios.
Infelizmente, à medida que envelhecemos, nossa equipe de limpeza não trabalha tão bem quanto costumava, permitindo que o beta-amiloide se acumule e forme placas espessas nas células nervosas.
Eventualmente, isso faz com que a célula nervosa morra.
À medida que mais dessas células começam a morrer, começamos a ver um aumento nos sintomas do mal de Alzheimer.
Isso faz com que a prevenção do acúmulo de beta-amiloide seja o principal objetivo do tratamento para os médicos que tentam tratar ou prevenir a doença.

2. Emaranhados de Proteína TAU

Outra causa do mal de Alzheimer é o acúmulo de outra substância no cérebro, conhecida como proteína TAU.
Estas proteínas TAU são pouco compreendidas e na verdade estão associadas a muitas outras doenças. Qualquer condição que envolva problemas com estas proteínas é denominada taupatia.
As proteínas são os principais componentes da vida: grande parte das substâncias que nos compõem pode ser reduzida a uma proteína. Estas proteínas TAU são apenas um dos muitos tipos de proteínas que compõem o nosso corpo. Quando elas começam a se quebrar, elas formam “emaranhados” desorganizados.
Estes são essencialmente “nós” nas células nervosas que prejudicam sua capacidade de funcionar normalmente.
Existem alguns medicamentos experimentais atualmente sendo testados que têm como alvo estes emaranhados TAU, mas alguns dos candidatos mais promissores vêm do mundo natural, em produtos químicos à base de plantas.

3. Má Circulação Sanguínea no Cérebro

À medida que envelhecemos, o fluxo sanguíneo no cérebro pode começar a declinar.
O sangue traz nutrientes e oxigênio para as células. Ele também é responsável por se livrar do lixo e de subprodutos tóxicos.
É como viver em uma cidade.
Nossas células são as casas e o fluxo sanguíneo representa as estradas.
Para conseguir a água e a comida que precisamos, devemos construir uma estrada que conecte nossa casa ao resto da cidade. Nós também precisamos dessas estradas para que os caminhões de lixo venham buscar os descartes que deixamos de fora na noite anterior.
Se, por algum motivo, a estrada ficar bloqueada, começamos a morrer de fome e nosso lixo começa a se amontoar fora da casa.
Se isso acontecer por muito tempo, nós eventualmente morreremos de fome ou de uma infecção do lixo apodrecido.
Com o cérebro é a mesma coisa: se o fluxo sanguíneo for obstruído por muito tempo, os neurônios vão morrer de sobrecarga tóxica e falta de nutrientes ou oxigênio.
Isso pode estar relacionado aos processos patológicos que se desenvolvem durante o mal de Alzheimer.
Portanto, melhorar o fluxo sanguíneo no cérebro é um dos principais objetivos do tratamento usado em hospitais para tratar a doença.

4. Disfunção das Células Gliais

Você se lembra das células coletoras de lixo sobre as quais falamos anteriormente?
Estas são as células gliais, ou células da glia.
Elas são o tipo de célula mais abundante no cérebro, e com motivo.
Elas são encarregadas de manter a parte funcional do cérebro, os neurônios, trabalhando o melhor possível – e elas fazem isso lutando contra patógenos, mantendo os neurônios no lugar certo, removendo neurônios mortos, trazendo nutrientes e oxigênio, e muito mais!
Assim que as células gliais pararem de fazer seu trabalho, os neurônios começarão a se degradar, causando todo tipo de problemas na cognição, incluindo o mal de Alzheimer ou outras formas de demência.
Qualquer coisa que melhore a saúde e a função das células da glia vai ajudar muito a compensar os processos por trás do mal de Alzheimer.

5. Danos Oxidativos

Todos precisamos de oxigênio para sobreviver, mas você sabia que ele é também o principal motivo pelo qual envelhecemos?
O dano oxidativo se refere a um tipo especial de reação química conhecida como “oxidação”.
Nome apropriado, certo?
A oxidação acontece quando uma molécula rouba elétrons de outra molécula. Esta última começa então a se degradar e desmoronar.
Quando estas moléculas compõem o exterior das nossas células nervosas, isso se torna um problema grave.
O dano oxidativo ocorre sempre que compostos tóxicos como beta-amiloides, ácido lático, metais pesados ou outros compostos de radicais livres se acumulam fora da célula.
Com o tempo, o dano oxidativo pode ser um fator de risco para o  mal de Alzheimer.
O suporte antioxidante é um método comum de proteger o cérebro, assim como todos os outros órgãos do corpo humano. Este é um dos pontos fortes que o mundo natural nos oferece, pois algumas plantas tendem a possuir uma alta concentração de compostos antioxidantes.

O CBD oferece alguns benefícios interessantes para o Mal de Alzheimer.
Ao invés de ter apenas uma ação, como muitos fármacos, ele oferece uma ampla gama de efeitos que endereçam diferentes causas do Alzheimer. E é isso que o torna tão útil.
Estes efeitos combinados tornam os benefícios gerais muito mais fortes.
A ideia de usar vários mecanismos para alcançar um mesmo fim está bem estabelecida na comunidade médica e é a abordagem primária de tratamento para outras condições médicas complexas, como infecções resistentes a medicamentos e câncer.

1. O CBD Protege o Cérebro de Beta-Amiloides
2. O Óleo de CBD Aumenta o Fluxo Sanguíneo no Cérebro
3. Dano OxidativoConcluímos que, os óleos de CBD oferecem uma excelente gama de benefícios contra a progressão do mal de Alzheimer.
Os efeitos do óleo são principalmente de natureza preventiva, ajudando a retardar a progressão da doença e melhorar a qualidade de vida geral.
Lembramos que para qualquer tipo de tratamento é importante e necessário o acompanhamento médico.

Fonte: Daily CBD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
POSSO TE AJUDAR?
POSSO TE AJUDAR?
Perguntas, dúvidas, problemas? Estamos aqui para ajudá-los!
Conectando...
Nenhum de nossos operadores está disponível no momento. Por favor, tente novamente mais tarde.
Nossos operadores estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde.
:
:
:
Você tem alguma pergunta? Escreva para nós!
:
:
Esta sessão de bate-papo foi encerrada
Was this conversation useful? Vote this chat session.
Good Bad